Curta nossa Página

terça-feira, 23 de maio de 2017

Novo documento apresentado pela defesa da chapa Sebastião Dias/Zé Amaral leva desembargador a interromper pela 2ª vez votação no TRE

A pauta do TRE ontem foi antecipada para o turno da manhã com a sessão sendo aberta logo ás 9hs e o primeiro processo julgado foi o da Coligação liderada por Nicinha Brandino contra a diplomação do Prefeito Sebastião Dias e o seu vice Jose Amaral. 

O mesmo Desembargador Wladimir de Carvalho que havia pedido vistas no 1º julgamento, se pronunciou solicitando do TRE que o Presidente Antônio Carlos transfira os autos ao MP eleitoral para que ele emita parecer a respeito de um novo documento que foi juntado antes do julgamento pela Coligação do Prefeito Sebastião Dias. 

O documento é um parecer do MP-PB, Comarca de Souza, onde o promotor pede que os autos voltem do 2º Grau para a sua Comarca para serem reanalisados. O Desembargador Wladimir de Carvalho, entende que como a matéria era de atribuição da procuradoria do MP-PB, por que o parecer agora apresentado vem da promotoria que não teria competência pra isso. Assim os autos serão passados para o MP eleitoral, depois disso serão remetidos para a relatora e em seguida para o revisor. Depois de passar por todos estes trâmites o processo paralisado após o voto de três desembargadores, terá sua votação retomada na pauta de julgamento do TRE. 

O Dr. Cesar Pessoa entende que a defesa de Nicinha ganhará tempo através de petições e audiências com os desembargadores para explicar o processo. O advogado acredita em no máximo em 30 dias o processo voltará a pauta do Tribunal. Já o Dr. Clênio Pires integrante do Staff do Prefeito Sebastião Dias e do Vice-Jose Amaral, disse entender como normal a nova interrupção, mas nada que altere a vitória já iniciada com 3 votos favoráveis. Ele acha que em 15 a 20 dias o TRE colocará um ponto final na questão retomando a votação.


Por Anchieta Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário