Curta nossa Página

terça-feira, 11 de abril de 2017

Marília Arraes topa se candidatar em 2018

O PT iniciou anteontem o processo de eleição direta (PED) para a renovação dos seus dirigentes em âmbito municipal, estadual e federal. É o único partido político que faz isto. Escolhe os seus dirigentes em eleição direta, dando voz e vez a todos os seus filiados. No caso de Pernambuco, o partido se uniu e reconduzirá o advogado Bruno Ribeiro ao cargo de presidente estadual. A convenção será no próximo mês de maio, seguindo-se em junho o 6º congresso nacional do partido para a escolha do novo presidente (que deverá ser a senadora Gleisi Hoffmann) e do futuro candidato à sucessão de Michel Temer, além da política de alianças. Pernambuco pode vir com uma novidade neste processo: a candidatura da vereadora Marília Arraes ao Governo do Estado. Ela não só aceita o desafio, como está motivada para combater os governos de Paulo Câmara e de Geraldo Júlio, e o partido (PSB) com o qual rompeu um ano atrás. Neta de Miguel Arraes e sobrinha de Eduardo Campos, a vereadora Marília Arraes (PT) resolveu viajar pelo Estado para defender a volta de Lula em 2018 e ouvir o povo sobre a Lei da Terceirização e a reforma da Previdência. Por ser a única “cara nova” de que o PT dispõe para o pleito majoritário do próximo ano, o partido só não a convoca para o desafio se for estreito.


Por Anchieta Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário