Curta nossa Página

sábado, 18 de março de 2017

Em nota, Ministério da Agricultura diz que denúncias são 'pontuais' e inspeções, 'eficientes'

O Ministério da Agricultura divulgou nota neste sábado (18) na qual diz que as denúncias que vieram à tona com a Operação Carne Fraca são "pontuais" e que o Serviço de Inspeção Federal é considerado um dos mais "eficientes e rigorosos do mundo".

A Carne Fraca investiga fraudes em carnes produzidas por 21 frigoríficos vendidas no Brasil e no exterior. A operação atingiu algumas das principais empresas do setor.

Segundo a Polícia Federal, fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebiam propina para liberar licenças sem realizar a fiscalização adequada nos frigoríficos. A investigação indica que eram usados produtos químicos para maquiar carne vencida, e água era injetada nos produtos para aumentar o peso.

"Alguns fatos pontuais começaram a ser investigados após denúncia de um servidor da área de fiscalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ao todo, 33 fiscais federais estão sob investigação e três plantas foram interditadas, enquanto outras 21 estão sob fiscalização especial", diz trecho da nota.

"O Serviço de Inspeção Federal é considerado um dos mais eficientes e rigorosos do mundo. Tem um quadro de 2.300 servidores e inspeciona 4.837 unidades produtoras habilitadas para exportação para 160 países", completa o documento.

A nota diz ainda que o sistema de proteção e fiscalização do Ministério está funcionando "plenamente" e serve de garantia ao consumidor "da qualidade dos produtos de origem agropecuária" no Brasil.

Por G1, Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário