Curta nossa Página

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Afogados: Vítima afirma que incêndio foi criminoso.

O efetivo policial deslocou-se na madrugada de sábado até a rua Senador Paulo Guerra no centro de Afogados, onde estava ocorrendo um incêndio. Ao chegar no local verificou que o Corpo de Bombeiros estava presente e já tinha contido as chamas (vizinhos que atuaram para apagar o incêndio revelaram a imprensa que os bombeiros chegaram quando não havia mais o que fazer). 

A vítima Diogo relatou que o incêndio era de cunho criminoso e teria sido provocado por pessoa conhecida, pois momentos antes os dois haviam brigado. Acrescentou ainda que o suspeito ligou para uma testemunha fazendo ameaças a Diogo, e que o possível motivo seria o fato do acusado (de identidade não revelada para imprensa) ter visto sua ex-namorada em uma festa com Diogo. 

A testemunha informou que se encontrava na sala da casa, quando ouviu barulho de motocicletas e logo após quebraram o vidro da janela, por onde colocaram um galão contendo substância inflamável, ateando fogo em seguida. O efetivo conduziu a vítima Irany veras, de 56 anos, ao Hospital Regional, onde já se encontrava outra vítima de 33 anos, o qual segundo o médico plantonista encontra-se com cerca de 20% do corpo queimado, causando lesões de 2º grau. 

No local foi apreendido um recipiente plástico, danificado pelo fogo, e que possivelmente tenha sido utilizado para a prática do crime. Diante dos fatos a ocorrência foi repassada a DP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário