Curta nossa Página

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Ministério da Integração libera R$ 25 milhões para a Adutora do Agreste

As obras da Adutora do Agreste irão receber R$ 25 milhões para a conclusão da primeira fase do projeto. O anúncio foi feito pelo Ministério da Integração Nacional na segunda-feira (11) e divulgado na terça (11). Esta primeira etapa irá beneficiar mais de 1,3 milhão de pessoas em 23 cidades de Pernambuco. O início da adutora está localizado em Arcoverde, no Sertão.

De acordo com o ministério, "o empreendimento vai ampliar o abastecimento de água do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF)".  A primeira fase das obras está organizada em cinco lotes que somam 571 quilômetros de extensão, incluindo adutoras, reservatórios, estação de tratamento de água, entre outras estruturas de engenharia. Atualmente, esta etapa está 37% executada, com 68% dos tubos instalados, conforme constam nos dados do Ministério da Integração.


Além desse trecho, a Adutora do Agreste possui interligações que vão assegurar água para 14 municípios dos 23 previstos, são elas: a bacia do Jatobá, em Tupanatinga e Ibimirim, e a adutora Moxotó. A etapa de Ibimirim garante o abastecimento de Arcoverde desde 2015, segundo o Governo Federal.

Por meio da interligação à Adutora Moxotó, a água do PISF ainda irá beneficiar as cidades de Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, São Bento do Una e Tacaimbó. A outra interligação da Adutora do Agreste em Tupanatinga irá permitir o abastecimento de água em mais sete municípios: Iati, Águas Belas, Itaíba, Tupanatinga, Buíque, Pedra e Venturosa. A previsão é concluir o trecho em dezembro deste ano.


Do G1 Caruaru

Nenhum comentário:

Postar um comentário