Curta nossa Página

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Em Solidão população tenta linchar irmãos acusados de matar idoso por motivo fútil

O policiamento foi solicitado por populares, informando que na Rua Nova, Centro, Solidão, teria acontecido um homicídio. No local, foi verificado que a vítima J. E. L. 86 anos, aposentado, já se encontrava sem os sinais vitais e segundo testemunhas o autor do crime teria sido Eduardo Guilherme da Silva, 25 anos, solteiro, desocupado, morador da mesma rua, com a participação do irmão de criação Alex Sandro Rodrigues Oliveira da Silva, 21 anos, desocupado. 

Eles encontravam-se bebendo em uma calçada próxima ao mercadinho de Amauri, quando a vítima passou pelos acusados e começou uma discussão sem motivo relevante entre os envolvidos, momento em que Eduardo que é ex presidiário, desferiu vários golpes de faca peixeira na vítima, atingindo-a na região do abdômen, o acusado Sandro se escondeu na casa da sua genitora, localizada na mesma rua do fato e orientou que Eduardo fosse para o sítio para fugir da polícia. O policiamento saiu em diligência mesmo sem viatura, vindo a localizar Eduardo (que se encontrava com a faca peixeira na cintura) no sítio Santa Izabel, zona rural de Solidão – PE. 

Após os imputados serem detidos, a população motivada pelo sentimento de revolta em virtude do crime contra o idoso, tentou tomar os acusados da guarda e tutela do policiamento, que com o apoio do efetivo da 2ª CPM- Tabira, conseguiu conduzir os mesmos para a sede Pelotão de Solidão, a fim de salvaguardar a integridade física dos criminosos. Entretanto a população ainda com o sentimento de revolta tentou invadir aquela unidade militar a fim de capturar os acusados e lixarem com intuito de execução, sendo necessário o deslocamento de uma terceira equipe para aquela cidade, que ao chegando ao setor, foram tomadas todas as medidas preventivas de segurança e efetuada a retirada dos imputados daquela localidade e devidamente conduzidos para a Delegacia de Afogados da Ingazeira-PE, onde foram entregues junto com o objeto do crime (faca-peixeira) e Autuados em Flagrante Delito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário