Curta nossa Página

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Paredes do Canal da Transposição cedem e água vaza em Cabrobó

Uma parte da parede no Eixo Norte do Canal de Transposição do Rio São Francisco em Cabrobó está cedendo e a água represada para teste da obra está vazando. O desperdício é motivo de lamentação de agricultores que aguardam a liberação da água do canal.

Segundo os moradores esta não é a primeira vez que há problemas na construção que já dura cerca de oito anos.

A obra da transposição foi idealizada para beneficiar 12 milhões de pessoas que convivem com a seca. O canal também deverá beneficiar quase 400 municípios de quatro estados do Nordeste. A obra, organizada em dois eixos de transferência, Norte e Leste, estava orçada inicialmente em R$ 4.5 bilhões e deveria ficar pronta em 2014. Mas, com o adiamento da obra, um novo prazo foi estipulado e o valor foi elevado para cerca de R$ 8,2 bilhões. Além da parte já comprometida, outros pontos do canal já apresentam risco de mais problemas e a estrutura já indica que poderá não resistir à pressão da água.

Nenhum comentário:

Postar um comentário