Curta nossa Página

domingo, 24 de janeiro de 2016

39 dos 40 presos foragidos do Curado foram recapturados pela polícia

A Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco, em nota à imprensa, informou que, graças à presença imediata da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), já foram recapturados 39 dos 40 presos que conseguiram fugir do Complexo Penitenciário do Curado. A explosão aconteceu em parte de um muro da unidade, na tarde deste sábado (23). Dois presos morreram e apenas um está ainda foragido.
Dos 39 presos recapturados, 13 foram feridos sem risco de morte e se encontram recolhidos à enfermaria da unidade prisional. Continuam as buscas pelo preso foragido. O sistema prisional de Pernambuco registrou a segunda fuga em massa dentro de um período de quatro dias. O impacto da explosão na unidade do Curado danificou quatro casas situadas no entorno da unidade. 
Uma delas foi invadida por um suposto fugitivo, que acabou morto com um tiro na nuca. Ao lado do corpo foi encontrado um facão. Um outro suspeito de ter fugido morreu no Hospital Otávio de Freitas. Na quarta-feira, 53 presos escaparam da Barreto Campelo, em Itamaracá, depois que um grupo atirou contra uma guarita e abriu um buraco no muro.
No momento da fuga, a guarita seis estava sem vigilância da Polícia Militar. “Das oito guaritas, somente quatro estavam ocupadas. Apenas sete agentes faziam a segurança do presídio junto a quase dois mil homens”, disse o presidente do Sindicato dos Agentes, João Carvalho. Segundo ele, o estado tem 1.553 agentes, quando seriam necessários pelo menos 4,5 mil.
A secretaria de Ressocialização decidiu manter a visita dos parentes dos presos neste domingo (24), no Curado. Os agentes anunciaram operação padrão por se posicionarem contra a manutenção da visita, o que pode atrasar a entrada dos familiares na unidade prisional. Ontem à noite, o buraco foi tapado provisoriamente com tábuas e somente hoje uma empresa fará o reparo definitivo. Três tentativas de fuga anteriores a esta já tinham sido evitadas no Frei Damião. A explosão aconteceu no dia de visita conjugal.
Medidas de segurança - Também neste domingo (24), no Palácio do Campo das Princesas, o governador Paulo Câmara determinou a adoção de todas as medidas necessárias para manter a segurança nas unidades prisionais do estado. O governador também reiterou a manutenção e um rigor ainda maior das medidas quem vêm sendo implementadas nos últimos meses para impedir a entrada de armas, drogas e celulares nas unidades prisionais, com vistorias periódicas.
Do Diario de PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário