Curta nossa Página

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Téa da Damol acusa prefeito de Tabira de fazer um governo de contradições.

Durante a coletiva a Rádio Cidade FM, o Prefeito Sebastião Dias foi provocado a falar sobre o escândalo do Bolsa Família, onde de acordo com o vereador Djalma das Almofadas existem cerca de 500 famílias recebendo irregularmente. O poeta prefeito disse que “os beneficiários irregulares não foram cadastrados no meu governo” e foi mais além numa crítica, sem citar nome do empresário Téa da Damol – “não aceito é expor nomes de filhos dos beneficiários tidos como irregulares nas redes sociais”. – “quando vereador fiscalizei e denunciei sem alarde o que tinha errado no Bolsa Familia. Daí o comunicador não deixou por menos e emendou “então a fiscalização falhou, pois dentro da Secretaria de Assistência Social do Governo Dinca tinha gente recebendo irregularmente e vem até hoje, coisa que também ocorre em sua administração. O gestor prometeu apurar. 

Em contato com a produção do Rádio Vivo por telefone, Téa disse que ouviu a entrevista do gestor e ficou horrorizado. Inicialmente lembrou que o Portal da Transparência prova que Tabira recebeu nos últimos 3 anos, quase R$ 120 milhões de reais, e as obras relacionadas não somam R$ 5 milhões. 

Sobre o Bolsa Familia, Téa bateu forte: “a verdade é que em tabira o poder público é conivente com as falcatruas e por isso prevarica. Na entrevista ele quis desviar o foco, continuou Teá: Qual foi a providência que o prefeito adotou? O que eu e Anchieta Santos já denunciamos não é o bastante para o gestor ir adiante e cobrar de sua coordenadora a correção no programa? Mesmo com tanta gente citada, até agora apenas seis famílias de outubro pra cá foram cortadas. Este é o prefeito das contradições e das inverdades. O que ele diz não se escreve. Completou Téa

Nenhum comentário:

Postar um comentário