Curta nossa Página

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Vítimas não identificadas de tragédia: pais de jovens de Carnaíba e Flores que não voltaram pra casa vão ao IML.

Familiares de duas jovens, uma natural de Carnaíba e outra de Flores estarão nesta segunda (28) no Recife onde colherão amostras de DNA para cruzamento com as vítimas ainda não identificadas do acidente do domingo (20) na PE 320, na altura do município de Flores. 

Segundo entrevista do radialista Marconi Pereira para a Rádio Pajeú com o senhor Manoel Alves, que mora no município de Carnaíba, há suspeita que no domingo a noite a filha, mais uma amiga haviam ido de Arcoverde para Salgueiro ou Serra Talhada via BR 232, de onde podem ter pego uma carona para Carnaíba. “Ela costumava ligar para a mãe de dois em dois dias.  Conversei com o pai da outra ontem e ele disse que ela não está na casa dela. Com essa notícia aumentou a suspeita”, diz o pai. 

Elas se chamam Thainá Silva, residente no Bairro Gitirana e a outra, identificada como Lívia, natural de Matolotagem de Flores. Thainá tem 18 anos. “Ela iria visitar o marido da Lívia com ela em Arcoverde e disse que voltaria no domingo. Até essa data não chegou e a gente começou a desconfiar”. No acidente ainda morreram José Vasconcelos Junior (Junior de Bico), de 30 anos, mais os jovens afogadenses Dionísio Pereira da Silva, 23 anos, Maysa Siqueira, 21 anos e Jonathan Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário