Curta nossa Página

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Paulo Manu e Flávio Marques saem do PMDB batendo em Dinca.


Dos muitos filiados descontentes com a entrada de Dinca no PMDB e que deixarão a legenda, dois deles Paulo Manu e Flávio Marques, membros da antiga direção, falaram ontem a Rádio Cidade FM. O empresário depois de dizer que estava indignado com a decisão da direção estadual, admitiu que estava no partido errado, até porque não votou nos candidatos da sigla na última eleição. Paulo que mais uma vez disse não ter interesse em disputar a Prefeitura de sua cidade, pois não pode abdicar de suas empresas, deixando claro não precisar de legenda e por ser aliado desse partido sujo (PT), o PMDB de Tabira agora tem a pessoa certa(Dinca) no comando. “Ele foi expulso do PSB do Governador Paulo Câmara, mesmo tendo votado nele”, logo será expulso outra vez do PMDB”. Paulo também lembrou que a maioria das dificuldades administrativas encontradas pelo Prefeito Sebastião Dias, o responsável é o ex-prefeito(Dinca). O ex-Presidente do PMDB Flávio Marques, também não poupou o ex-prefeito Dinca. “Ninguém gosta dele. Eduardo não gostava. Paulo Câmara e os secretários do governo também não. O PSB bateu as portas pra ele. Fidelidade não é com ele. Então não temos nenhuma possibilidade de ficar perto de um ficha suja”, disse Flávio. Para rebater as afirmações, o ex-prefeito Dinca enviou ao Programa Cidade Alerta, Certidões de débitos trabalhistas, Tribunal Superior eleitoral, certidão negativa para fins eleitorais, Comprovação de situação cadastral do CPF, e a informação do Tribunal de contas, pedindo a retratação por parte de Flávio Marques. Foi quando o ex-presidente do PMDB depois de ler a documentação, não se retratou e ainda reforçou o termo ficha suja dizendo: Essa é que interessa: A Certidão negativa do TCE ele não consegue diante do grande número de contas rejeitadas. E sobre questões trabalhistas, Dinca não tem porque o que mostrar, pois as empresas são em nome de laranjas, completou Flávio.

Por Anchieta Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário