Curta nossa Página

domingo, 9 de agosto de 2015

A falta que Eduardo faz.

Se fosse vivo, o ex-governador Eduardo Campos completaria no próximo dia 10 cinquenta anos de idade. Dizer que ele está fazendo falta é lugar comum. Mas até os seus críticos reconhecem que a voz dele seria importante nessa hora de crise. Além de conhecer os problemas nacionais ele tinha diálogo com o governo e a oposição, e poderia fazer a diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário