Curta nossa Página

segunda-feira, 1 de junho de 2015

PREFEITURA E COMPESA LEVAM ÁGUA DA ADUTORA DO PAJEÚ À COMUNIDADE RURAL EM AFOGADOS DA INGAZEIRA.

Há pouco mais de dois meses, em reunião com o Governador Paulo Câmara, o Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, fez um importante pedido: que a Compesa pudesse ajudar a Prefeitura a levar a água da adutora do Pajeú para a comunidade rural do Sítio Santo Antônio ll, uma das regiões que mais sofria com a estiagem em Afogados.
Distante apenas 1.400 metros da tubulação da adutora, já havia na comunidade um sistema de abastecimento e tratamento de água instalado pelo Prorural, ainda quando o Prefeito Patriota comandava àquele órgão estadual. Mas os poços secaram e o sistema estava sem poder funcionar. Em tempo recorde, após a conversa inicial com o Governador, a Prefeitura e a Compesa escavaram o solo, instalaram as tubulações e fizeram a ligação da água do São Francisco às torneiras das 85 famílias do Santo Antônio ll.
A inauguração da chegada da água foi neste Domingo (31), em meio à grande festa da população. Além do Prefeito José Patriota e secretários municipais, participaram da inauguração representantes do Prorural, Compesa, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, FETAPE, além dos vereadores Cícero Miguel, José Carlos, Raimundo Lima, Luiz Besourão, Renaldo Lima, Pedro Raimundo e o ex-prefeito Totonho Valadares.
O sistema de abastecimento terá capacidade de armazenar 21 mil litros de água, a uma vazão de 3.500 litros por hora. Durante a inauguração, as crianças da comunidade festejaram a chegada da água com um refrescante banho de chuveiro. “Esse é um dia histórico para nós. Eu me sentia como se estivesse em uma cela, atrás das grades. Agora (com a água) é como se tivessem aberto a porta e eu tivesse saído pra liberdade,” afirmou, emocionado, João Mascena, Presidente da Associação dos moradores do Santo Antônio ll e diretor do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Afogados da Ingazeira.
Para se ter uma ideia da importância da iniciativa, o Santo Antônio ll é a primeira e, até agora, única, comunidade rural a se beneficiar diretamente com a água da adutora do Pajeú. Grandes sistemas adutores geralmente são projetados para atenderem áreas urbanas. “Essa ação mostra que, quando se há vontade política, determinação, as coisas acontecem. Fico muito feliz em poder ter ajudado a libertar essa comunidade do carro-pipa, dando-lhe autonomia e independência hídrica,” destacou o Prefeito José Patriota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário