Curta nossa Página

terça-feira, 2 de setembro de 2014

TABIRA: VEREADOR IRONIZA MORTE DE EDUARDO CAMPOS

Muitas vezes alguns vereadores questionam o motivo de a população não prestigiar as sessões da Câmara em Tabira. Com grande frequência, o plenário fica completamente vazio. Talvez a resposta seja fácil de ser encontrada, basta prestar atenção nos discursos nem sempre felizes de alguns parlamentares.

Na sessão desta segunda-feira (1), o líder do governo Aristóteles Monteiro-foto (PT), reclamou da fiscalização no trânsito lamentando o número de apreensões de motocicletas e se utilizando de termos irônicos se referiu a Eduardo Campos. Veja o nível do discurso:

“Nós devíamos mesmo era fazer uma cotinha, e tinha que ser meio grande, pra pagar o documento do carro (falou carro em vez de avião, depois se corrigiu) que o governador caiu. Ele (Eduardo) brigava tanto pelo documento das motos que esqueceu o documento do avião”.

O vereador Djalma das Almofadas pediu uma parte e mostrando indignação solicitou respeito da parte do líder do governo em relação ao ex-governador morto. Não surtiu muito efeito porque o bombardeio continuou.

“O PSB não teve respeito com a morte dele não. A esposa dele não teve não. Os filhos com dois dias depois estavam assistindo ao jogo do Sport. Isso não é status de quem está de luto. A viúva deve estar satisfeita porque com a morte do Governador, Marina disparou nas pesquisas. Ele (Eduardo) agora está encarnando em Marina e foi reencarnado até com uma figura difícil de se imaginar que um galego dos olhos azuis passasse por essa transformação”, ironizou.(Blog Radar do Sertão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário