Curta nossa Página

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Famílias recebem incentivos para produção de hortas e criação de animais em São José do Belmonte e Quixaba.

O Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor) iniciou a entrega dos kits de caráter produtivo aos agricultores (as) contemplados (as) com as cisternas de 52 mil litros do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2), financiado pela Fundação Banco do Brasil (FBB), nos municípios de São José do Belmonte e Quixaba, Sertão pernambucano.

O caráter produtivo é um incentivo para as famílias produzirem seus alimentos e criarem pequenos animais a partir da água da chuva acumulada nas cisternas, e para evitar o desperdício e a má gestão dessa água, são capacitadas em Sistema Simplificado de Manejo de Água para Produção de Alimentos (SISMA).
Em Belmonte são 100 famílias contempladas com 50 cisternas calçadão e 50 de enxurrada, e todas já receberam os materiais para a implementação de hortas e/ou criação de animais. Outra etapa da entrega foi realizada no município de Quixaba, num total de 50 famílias. “Estamos trabalhando com três linhas de incentivo às famílias: produção de horta, criação de galinhas de capoeira e caprinovinocultura, sendo que uma parte do recurso é destinada à infraestrutura e outra para insumos”, explica Espedito Brito, coordenador geral da Ong Cecor.
Além de Belmonte e Quixaba, o Cecor está construindo com apoio da Fundação Banco do Brasil cisternas calçadão e enxurrada nos municípios de Mirandiba, Flores e Santa Terezinha, totalizando 450 tecnologias de acesso à agua para produção.

Por Juliana Lima – Núcleo de Comunicação do Cecor

Nenhum comentário:

Postar um comentário