Curta nossa Página

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Marcas de 'whey protein' reprovadas em teste têm 30 dias para se adequar.

As 14 empresas produtoras de "whey protein" que foram reprovadas em uma análise feita pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) têm 30 dias para adequar a composição do produto ou sua rotulagem. O órgão testou 15 marcas do suplemento alimentar feito com a proteína retirada do soro do leite, das quais apenas uma foi aprovada.
Nos testes do Inmetro, duas marcas apresentaram uma quantidade de proteína menor do que a descrita no róutulo, 11 tinham quantidades diferentes de carboidrato do que o descrito, uma continha proteína de trigo e de soja (no whey protein, a proteína deveria vir somente do soro do leite). Também houve casos da presença de substâncias não declaradas na fórmula e de inadequações nos rótulos. Veja a lista de marcas analisadas e os resultados dos testes.Diante dos resultados, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) notificou as empresas para que elas fizessem as adequações em até 30 dias. Depois desse período, novas amostras dos produtos devem ser coletadas pela vigilância sanitária e submetidas a análises por laboratórios oficiais ligados à agência. Se as irregularidades permanecerem, os suplementos podem ser suspensos.
Entre o fim de fevereiro e o início de abril deste ano, a Anvisa já tinha suspendido 23 lotes de suplementos proteicos por irregularidades em sua composição. Na época, foram analisadas 26 marcas e a infração mais comum foi a presença de uma quantidade maior de carboidrato do que o descrito no rótulo. A análise dos produtos fez parte de uma ação especial da Anvisa, que vinha recebendo diversas denúncias sobre esse tipo de produto.
Do G1, em São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário