Curta nossa Página

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Agricultores/as conhecem técnicas de gerenciamento para produção de alimentos

Por Josi Marinho

Interação. Assim pode-se definir as capacitações em Gestão de Água para a Produção de Alimentos (GAPA) realizadas no município de Itapetim, no Sertão de Pernambuco. No período de 16 a 18 de junho agricultores/as das comunidades do Ambor e Gameleira participam do curso do Programa Uma Terra Duas Águas (P1+2), executado pela COOPAGEL, através da Articulação no Semiárido (ASA), com apoio do Banco de Desenvolvimento Nacional Econômico e Social (BNDES).


Era visível a alegria, a curiosidade, a vontade de conhecer e de somar aos seus conhecimentos algo novo que, com certeza, vai lhe proporcionar melhor qualidade de vida. Movidos pelo interesse, eles fizeram todos os questionamentos possíveis, tiraram dúvidas e saíram de lá com a certeza que é possível conviver e produzir no semíarido. A metodologia do trabalho desenvolvido contribuiu para o resultado positivo das capacitações. As facilitadoras promoveram debates, realizaram dinâmicas, atividades em grupo e exibiram vídeos, para facilitar a compreensão de todos. A próxima GAPA no município de Itapetim acontece, nos dias 27 a 28 de junho, na Comunidade de Mucambo.


A COOPAGEL continua executando suas atividades, em parceria com a ASA, na implantação de ações de convivência para o fortalecimento da agricultura familiar no Semiárido pernambucano. Seguindo o cronograma de ações, no mês de maio, foram realizadas outras duas capacitações em Gestão de Água para a Produção de Alimentos em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Estado. As atividades ocorreram nos dias 07 a 09, na Comunidade de Monte Alegre e de 12 a 14, na Associação Rural da Comunidade de São João Velho, que do mesmo modo foi capacitada em Sistema Simplificado de Água para Produção de Alimentos (Sisma). Ainda foi realizada uma GAPA no município de Iguaracy, nos dias 21 a 23 de maio, no Assentamento Dom Francisco.


As medidas desenvolvidas pela COOPAGEL através do P1+2 atende os municípios de Afogados da Ingazeira, Iguaraci e Itapetim. Serão beneficiadas 320 famílias com a construção de 144 cisternas-calçadão, 144 cisternas-enxurrada, 31 barreiros-trincheiras e 01 barragem-subterrânea. A proposta está oferecendo o desenvolvimento sustentável da região no semiárido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário